RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES E NOVIDADES GRATUITAMENTE EM SEU E-MAIL, CADASTRE-SE ABAIXO:


RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES E NOVIDADES GRATUITAMENTE EM SEU E-MAIL, CADASTRE-SE ABAIXO:


sexta-feira, fevereiro 06, 2015

MP recomenda o cancelamento do concurso em Ouro Preto

A prefeita tem 48 horas para responder ao MP. Se a prefeitura cancelar, provavelmente irá realizar outro concurso, e os 6.595 candidatos - que se inscreveram no concurso que seria cancelado - terão de fazer a prova novamente, e quem não quiser mais poderá reivindicar de volta o valor pago pela inscrição.


Milhares de candidatos terão de fazer a prova novamente, caso a prefeita cancele o concurso 

O Ministério Público, através da Promotoria de Justiça de Ouro Preto do Oeste, recomendou a prefeita em exercício Joselita Araújo da Silva (PMDB), que a administração cancele o concurso para preenchimento de cadastro de reserva para 630 vagas, que está sendo organizado pelo Instituto Exatus, com sede em Ji-Paraná.

Se a prefeitura cancelar, provavelmente irá realizar outro concurso, e os 6.595 candidatos - que se inscreveram no concurso que seria cancelado - terão de fazer a prova novamente, e quem não quiser mais poderá reivindicar de volta o valor pago pela inscrição.

O valor da inscrição do concurso foi de R$ 80,00 para candidatos com nível superior, R$ 50,00 para nível médio e R$ 40,00 para candidatos de nível fundamental.  

A Procuradoria Jurídica da prefeitura de Ouro Preto do Oeste tomou conhecimento oficialmente da Recomendação na manhã desta terça-feira (3). A prefeita Joselita Araújo tem 48 horas para se manifestar, e responder ao MP se cancelará definitivamente, ou se dará continuidade e concluirá o concurso público.

A prefeita tomou conhecimento ainda na semana passada, em audiências com os promotores Alba da Silva Lima e Evandro Araújo Oliveira, de que foram constatadas irregularidades com relação à empresa que organiza o concurso.

Há uma investigação em curso na Promotoria Pública, desencadeada em inquérito civil conduzido pelo promotor de justiça Victor Ramalho Monfredinho, que apura denúncias protocoladas por candidatos que participaram das provas, realizadas no dia 21 de dezembro de 2014.

 Após a realização das provas a Comissão Especial do concurso da prefeitura, formada por servidores de carreira, também recebeu várias denúncias de supostas irregularidades, e decidiu cancelar as provas práticas que seriam realizadas no dia 18 de janeiro passado, e está apurando possíveis irregularidades, inclusive com a revisão de todas as Atas das salas de provas. .

No entanto, o motivo que levou o MP a recomendar o cancelamento do concurso teria sido a confirmação de irregularidades através de depoimentos de candidatos, que comprometem a lisura e a transparência do Certame. A promotoria deverá se manifestar em breve, a respeito dessas denúncias apuradas.  

A chefia de Gabinete da prefeitura informou que a Procuradoria Jurídica vai analisar a recomendação de cancelar o concurso e tomar ciência do que se trata a denúncia, e que a prefeita vai se reunir com a Comissão Especial e verificar qual a melhor decisão a ser tomada.

Fonte: www.correiocentral.com.br
Texto e fotos: Edmilson Rodrigues
Share:

0 RESPOSTAS::

Postar um comentário

CONCURSEIROS ONLINES

EDITAIS SISTEMATIZADOS

EDITAIS SISTEMATIZADOS
CLIQUE NA IMAGEM

CADASTRE-SE NO NOSSO FÓRUM OSCR

CADASTRE-SE NO NOSSO FÓRUM OSCR
CLIQUE NA IMAGEM E PARTICIPE

GIL CÓPIAS - XEROX E IMPRESSÃO

GIL CÓPIAS - XEROX E IMPRESSÃO
TIRE SUAS CÓPIAS A 0,10 CENTAVOS CADA FOLHA (IMPRESSÃO DAS APOSTILAS DO SITE, TAMBÉM, A ESSE VALOR POR FOLHA) E 0,20 CENTAVOS POR CADA FOLHA IMPRESSA. Tel. 3221-4690 - Porto Velho.

CONVERSA ENTRE CONCURSEIROS






FACE

PVH SERVI

PVH SERVI
Tudo que você precisa sem sair de casa!

Marcadores

Arquivo do blog