BATE PAPO


terça-feira, 15 de abril de 2014

MUDE DE LADO! PROCURAM-SE ESTUDANTES - OCUPE A VAGA





Se você chegou até aqui, provavelmente esta buscando informação para alcançar os objetivos que você se propôs.

Quando compartilhamos conhecimento, nós mesmos somos os maiores beneficiados, pois ao falar daquilo que você aprendeu, automaticamente, esta revendo tudo novamente, logo, esta fixando mais ainda o aprendizado.

No dia a dia, das universidades e na vida estudantil de forma geral, sempre observamos a formação de dois grupos distintos. Ainda que muitas vezes eles não se subdividam de forma visível, eles existem na prática. Se o estudante resolve não fazer parte de nenhum dos dois, ele já esta inserido automaticamente em um deles.

Que grupos são esses? Você mesmo sabe a resposta. O grupo dos que estudam e o grupo dos que não estudam.

Mas alguns vão dizer: "Eu nunca estudei e sempre passei", ou "Conheço um colega que só bagunçava na sala ou  só vivia em festas na faculdade etc e sempre passou em tudo". Garanto a você, esses dois estudam! De uma forma não convencional, mas estudam. Sem falar que essa não é a regra. Vamos tratar do sujeito mediano, pois estudantes com esse grau de facilidade, para o aprendizado, são a exceção. Especialmente em um país onde parece ser feio, ser estranho e até inconveniente, buscar romper a condição de ignorância, em que a maioria vive, estudar é quase um pecado punível com a pena capital.

Sempre fiz parte do grupo dos desordeiros, dos revoltados, dos inconformados, dos que chamavam os colegas de "nerds", sem mencionar o grupo da "cola", por achar que eles estavam no caminho errado e eu no caminho certo. Com o passar do tempo, com a maturidade, com a chegada das contas, com o desemprego (ou subempregos), percebi uma realidade dura. 

Eles (os "nerds") tinham razão!

Como é chato chegar a essa conclusão, que tapa na cara, que constrangimento... É muito difícil engolir seco o orgulho e ter que admitir o óbvio.

ESTUDAR É O ÚNICO CAMINHO SEGURO PARA CHEGAR AO SUCESSO ALMEJADO! 

E quanto maior o ego, quanto mais você cultivar essa desgraça, chamada orgulho, mais difícil vai ser ele passar por sua garganta, quando tiver que engoli-lo. E te garanto, esse dia vai chegar. Acredite você ou não. A vida vai te humilhar e fazer você aceitar o que deveria feito a muito tempo.

Mudar de lado não é feio. Pelo contrario, é um demonstração de inteligencia. A vida é um constante aprendizado e se você pensa que já sabe tudo, então é hora de morrer, você completou o ciclo da vida e não há mais nada a fazer nessa terra.

NÃO TENHA MEDO DE MUDAR DE LADO E SEJA FELIZ!

Selecionei esse texto que foi publicado na revista Carta Capital e replicado no postal Jusbrasil, confira:
"Diz-se que uma espécie encontra-se ameaçada quando a população decresce a ponto de situá-la em condição de extinção. Tal processo é fruto da exploração econômica e do desenvolvimento material, e atinge aves e mamíferos em todo o planeta. Nos trópicos, esse pode ser o caso dos estudantes. Curiosamente, enquanto a população de alunos aumenta, a de estudantes parece diminuir. Paradoxo? Parece, mas talvez não seja.
Aluno é aquele que atende regularmente a um curso, de qualquer nível, duração ou especialidade, com a suposta finalidade de adquirir conhecimento ou ter direito a um título. Já o estudante é um ser autônomo, que busca uma nova competência e pretende exercê-la, para o seu benefício e da sociedade. O aluno recebe. O estudante busca. Quando o sistema funciona, todos os alunos tendem a se tornar estudantes. Quando o sistema falha, eles se divorciam. É o que parece ocorrer entre nós: enquanto o número de alunos nos ensinos fundamental, médio e superior cresce, assombram-nos sinais do desaparecimento de estudantes entre as massas discentes.
Alguns grupos de estudantes sobrevivem, aqui e acolá, preservados em escolas movidas por nobres ideais e boas práticas, verdadeiros santuários ecológicos. Sabe-se da existência de tais grupos nos mais diversos recantos do planeta: na Coreia do Sul, na Finlândia e até mesmo no Piauí. Entretanto, no mais das vezes, o que se veem são alunos, a agir como espectadores passivos de um processo no qual deveriam atuar como protagonistas, como agentes do aprendizado e do próprio destino.
Alunos entram e saem da sala de aula em bandos malemolentes, sentam-se nas carteiras escolares como no sofá de suas casas, diante da tevê, a aguardar que o show tenha início. Após 20 minutos, se tanto, vêm o tédio e o sono. Incapazes de se concentrar, eles espreguiçam e bocejam. Então, recorrem ao iPhone, à internet e às mídias sociais. Mergulhados nos fragmentos comunicativos do penico digital, lambuzam-se de interrogações, exclamações e interjeições. Ali o mundo gira e o tempo voa. Saem de cena deduções matemáticas, descobertas científicas, fatos históricos e o que mais o plantonista da lousa estiver recitando. Ocupam seu lugar o resultado do futebol, o programa de quinta-feira e a praia do fim de semana.
As razões para o aumento do número de alunos são conhecidas: a expansão dos ensinos fundamental, médio e superior, ocorrida aos trancos e barrancos, nas últimas décadas. A qualidade caminhando trôpega, na sombra da quantidade. Já o processo de extinção dos estudantes suscita muitas especulações e poucas certezas. Colegas professores, frustrados e desanimados, apontam para o espírito da época: para eles, o desaparecimento dos estudantes seria o fruto amargo de uma sociedade doente, que festeja o consumismo e o prazer raso e imediato, que despreza o conhecimento e celebra a ignorância, e que prefere a imagem à substância.
Especialistas de índole crítica advogam que os estudantes estão em extinção porque a própria escola tornou-se anacrônica, tentando ainda domesticar um público do século XXI com métodos e conteúdos do século XIX. Múltiplos grupos de interesse, em ação na educação e cercanias, garantem a fossilização, resistindo a mudanças, por ideologia de outra era ou pura preguiça. Aqui e acolá, disfarçam o conservadorismo com aulas-shows, tablets e pedagogia pop. Mudam para que tudo fique como está.
Outros observadores apontam um fenômeno que pode ser causa-raiz do processo de extinção dos estudantes: trata-se da dificuldade que os jovens de hoje enfrentam para amadurecer e desenvolver-se intelectualmente. A permissividade criou uma geração mimada, infantilizada e egocêntrica, incapaz de sair da própria pele e de transcender o próprio umbigo. São crianças eternas, a tomarem o mundo ao redor como extensão delas próprias, que não conseguem perceber o outro, mergulhar em outros sistemas de pensamento e articular novas ideias. Repetem clichês. Tomam como argumentos o que copiam e colam de entradas da Wikipédia e do que mais encontram nas primeiras linhas do Google. E criticam seus mestres, incapazes de diverti-los e de fazê-los se sentir bem com eles próprios. Aprender cansa. Pensar dói."
Fonte: http://www.cartacapital.com.br/revista/794/procuram-se-estudantes-7060.html

SORTEIO - VADE MECUM – PENAL E PROCESSUAL PENAL. VEJAM O REGULAMENTO E PARTICIPEM!


Veja o Regulamento: 


1) Cada participante  deve deixar um comentário sobre a promoção. 2) Não serão válidas as frases que estiverem fora do tópico da promoção (ESTÁ NO FACE FIXADO NO TOPO). 3) Só estarão participando aqueles que comentarem a promoção, compartilharem em suas páginas e Curtirem a Editora Impetus e os Concurseiros de Rondônia. 4) O livro será enviado pelo Correio, mas, para isso, o ganhador deverá encaminhar endereço completo e CPF para o e-mail marketing@impetus.com.br e osconcurseirosderondonia@gmail.com . 5) O ganhador será notificados pelo face ou  blog que está promovendo  a  ação. 6) O sorteio será feito pelo site random.org. Será sorteada apenas 1 pessoa. 7) A Editora Impetus se reserva o direito de solicitar a remoção de publicações que, a seu critério, julgue ofensivas, desrespeitosas ou inadequadas. 8)Funcionários, colaboradores e prestadores de serviço da Editora Impetus não poderão participar da promoção.
 
EDITORA IMPETUS E OS CONCURSEIROS DE RONDÔNIA = APROVAÇÃO CERTA.


DATA DO SORTEIO 25/04/2014
 
CURTA, COMENTE E COMPARTILHE AGORA MESMO! 
&; 
VAI SERVIR PARA O CONCURSO DA POLÍCIA CIVIL E POLICIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA.

VEJA TAMBÉM.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...